30 anos do massacre de Santa Cruz

Timor-Leste recordou os heróis que morreram pela liberdade

| 12 Nov 21

evento 30 anos massacre santa cruz timor foto FacebookFidelis Magalhaes

“Não devemos esquecê-los, aqueles que deram os seus corpos e sangue para que nós, que hoje estamos vivos, tenhamos vida”, afirmou o Presidente Francisco Guterres. Foto © Fidelis Magalhaes.

 

O 30º aniversário do massacre de Santa Cruz foi assinalado esta sexta-feira, 12 de novembro, com uma missa na Igreja de Santo António em Díli (Timor-Leste), não muito longe do local onde onde ocorreu a tragédia que provocou a morte a mais de 200 pessoas. Familiares das vítimas, líderes religiosos e políticos e dezenas de jovens estiveram presentes para celebrar aquele que é também o Dia Nacional da Juventude, noticiou a UCA News.

O Presidente Francisco Guterres exortou os jovens a “manter o espírito dos jovens que foram vítimas do massacre” e a não esquecerem os heróis que lutaram abnegadamente e derramaram sangue pela independência do país. “Podemos fazer todas as coisas agora, mas não devemos esquecê-los, aqueles que deram os seus corpos e sangue para que nós, que hoje estamos vivos, tenhamos vida”, sublinhou.

Também o pároco Nelson da Costa Freitas exortou os jovens a aprenderem com os heróis que morreram na tragédia, dizendo-lhes que não devem “esperar nada em troca” quando contribuem para a resolução dos problemas do país, tal como as vítimas da tragédia que morreram para que Timor-Leste pudesse gozar da liberdade.

“Trabalho duro, tolerância, disciplina são os valores deixados pelos heróis. Nos seus corações, existe um espírito de nacionalismo, patriotismo. É para isso que queremos que viva a nova geração”, acrescentou Gregorio Sinha, presidente do comité de organização do evento.

Foi também recordado o jornalista britânico-timorense Max Stahl, que filmou o massacre de Santa Cruz, em Díli, em novembro de 1991 – cujas imagens fizeram que a ocupação indonésia de Timor-Leste saltasse para a ribalta dos noticiários internacionais – e que morreu no passado dia 27 de outubro.

Ao longo de toda a semana que antecedeu o evento, vários grupos de jovens levaram a cabo ações de solidariedade social, incluindo a prestação de serviços médicos gratuitos aos familiares das vítimas.

 

Esta é a Igreja que eu amo!

Esta é a Igreja que eu amo! novidade

Fui um dos que, convictamente e pelo amor que tenho à Igreja Católica, subscrevi a carta que 276 católicas e católicos dirigiram ao episcopado português para que, em consonância e decididamente, tomassem “a iniciativa de organizar uma investigação independente sobre os crimes de abuso sexual na Igreja”.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Onde menos se espera, aí está Deus

Onde menos se espera, aí está Deus novidade

Por vezes Deus descontrola as nossas continuidades, provoca roturas, para que possamos crescer, destruir em nós uma ideia de Deus que é sempre redutora e substituí-la pela abertura à vida, onde Deus se encontra total e misteriosamente. É Ele, o seu espírito, que nos mostra o nosso nada e é a partir do nosso nada que podemos intuir e abrir-nos à imensidão de Deus, também nas suas criaturas, todas elas.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This