Inauguração começa este sábado

Torres dos evangelistas elevam a Sagrada Família aos 135m de altura

| 3 Nov 2023

Basílica da Sagrada Família, torres dos evangelistas. Foto @sagradafamilia

A Sagrada Família iluminará pela primeira vez os pináculos das quatro torres dos evangelistas, comemorando a sua conclusão. Foto reproduzida a partir do perfil de X @sagradafamilia.

 

“Entre o céu e a terra” – é este o nome dado ao concerto que este sábado, 4 de novembro, abrirá os atos festivos que culminarão, no dia 12, na inauguração das quatro torres dos evangelistas na basílica da Sagrada Família, em Barcelona. Com este passo, a altura daquele conhecido templo passa a atingir os 135 metros de altura.

A  Banda Municipal de Barcelona abre o concerto às 11h (10 em Portugal), com um repertório que, no dizer da comunicação da basílica, evocará “a simbiose entre natureza, fé e arte”.

O concerto, que poderá ser seguido em direto pela Internet, incluirá peças como The Bells of Sagrada Familia, do compositor japonês Satoshi Yagisawa, uma alegoria musical do projeto de Gaudí; O magnum mysterium, de Morten Lauridsen, dedicado à fachada da Natividade; e Requiem, de David Maslanka, para a fachada da Paixão.

Os atos festivos continuam no dia 11, com os tradicionais “castelos humanos”,  com performances de agrupamentos de várias zonas da Catalunha, incluindo um dos “castellers” da Sagrada Família, no pátio fronteiro à basílica.

Os atos festivos continuam no dia 11, com os tradicionais “castelos humanos”,  com atuações de agrupamentos de várias zonas da Catalunha, incluindo um dos “castellers” da Sagrada Família, no pátio fronteiro à basílica.

O ponto alto será no dia seguinte, domingo, a partir das 17h30, com a missa e bênção das torres dos evangelistas, numa cerimónia, transmitida em direto, presidida pelo arcebispo de Barcelona, cardeal Joan Omella.

A Sagrada Família iluminará pela primeira vez os pináculos das quatro torres dos evangelistas, comemorando a sua conclusão. Serão iluminados todas as noites até depois do Natal.

Do programa consta ainda, no dia 16, um colóquio sobre “A palavra que constrói humanidade. os evangelistas na Sagrada Família”, no museu diocesano e, no dia 18, um concurso de desenho sobre as torres da basílica, dirigido a jovens dos 16 aos 25 anos.

Gaudí concebeu um projeto de monumento com 18 torres, sem contar com as laterais, incluindo as 12 que simbolizam os apóstolos, a de Maria, encimada pela Estrela da Manhã (com 127,5 metros), as dos quatro evangelistas, e aquela que vai agora ser completada, que simboliza Jesus Cristo, que ligará as quatro anteriores e será a mais alta, com 172,5 metros. Quando completa, o que se prevê acontecer em 2026, a basilica da Sagrada Família passará a ser a maior igreja do mundo, com mais 11 metros do que a segunda.

A construção começou em março de 1882, com outro arquitecto. Perante a demissão deste, Gaudí tomou conta da obra no ano seguinte, reformulando significativamente o projeto, quer do ponto de vista artístico quer da engenharia. Quando faleceu, em 1926, nem um quarto do templo se encontrava construído. A intenção, presentemente, é inaugurar a obra finalizada no centenário da morte do seu arquiteto-mor.

 

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas novidade

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra

Atividades abertas a todos

Ver teatro que “humaniza” e aprender a “salvar a natureza”? É no Seminário de Coimbra novidade

Empenhado em ser “um lugar onde a Cultura e a Espiritualidade dialogam com a cidade”, o Seminário de Coimbra acolhe, na próxima segunda-feira, 26, a atividade “Humanizar através do teatro – A Importância da Compaixão” (que inclui a representação de uma peça, mas vai muito além disso). Na terça-feira, dia 27, as portas do Seminário voltam a abrir-se para receber o biólogo e premiado fotógrafo de natureza Manuel Malva, que dará uma palestra sobre “Salvar a natureza”. 

Era uma vez na Alemanha

Era uma vez na Alemanha novidade

No sábado 3 de fevereiro, no centro de Berlim, um estudante judeu foi atacado por outro estudante da sua universidade, que o reconheceu num bar, o seguiu na rua, e o agrediu violentamente – mesmo quando já estava caído no chão. A vítima teve de ser operada para evitar uma hemorragia cerebral, e está no hospital com fracturas em vários ossos do rosto. Chama-se Lahav Shapira. [Texto de Helena Araújo]

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira

Inaugurados dia 25

Vitrais e escultura celebram videntes de Fátima na Igreja da Golpilheira novidade

A comunidade cristã da Golpilheira – inserida na paróquia da Batalha – vai estar em festa no próximo domingo, 25 de fevereiro, data em que serão inaugurados e benzidos os novos vitrais e esculturas dos três videntes de Fátima que passarão a ornamentar a sua igreja principal – a Igreja de Nossa Senhora de Fátima. As peças artísticas foram criadas por autores nacionais, sob a coordenação do diretor do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, Marco Daniel Duarte.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This