Vídeoconferência nesta sexta, 19

Traduções do Alcorão em português vistas à lupa

| 18 Jun 2021

Mesquita, Alcorão

Pormenor de painel de azulejos na Mesquita Central de Lisboa, representando os atributos de Deus. Foto © António Marujo

 

As traduções do Alcorão em português são o tema da palestra que se realiza nesta sexta-feira, 18, a partir das 18h30, através de videoconferência (endereço para participar: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/83658297381).

Mostafa Zekri, membro do Conselho Geral do Centro de Estudos Luso-Árabes de Silves, é o orador que procurará, a partir dos estudos árabes e islâmicos, a história das traduções do Alcorão para a língua portuguesa, de acordo com uma informação do Seminário Permanente de Estudos Islâmicos, organizado pela linha de investigação da Universidade Lusófona – a entidade organizadora.

O autor abordará as várias traduções e interpretações do livro sagrado do islão, publicadas em Portugal, Brasil e no resto do mundo lusófono. Entre as traduções publicadas em Portugal, estão as de João Pedro Machado, publicada em 1980 pela Junta de Investigações Científicas do Ultramar; a anotada por Suleiman Valy Mamede, editada pelas Publicações Europa-América; e a de Mahomed Yioussuf Adamgy, publicada pelas edições Al Furqán.

A tradição islâmica toma o Alcorão como tendo sido revelado em árabe por Muhammad (Maomé) no século VII. Na conferência, dizem os organizadores, “serão apresentados os contextos históricos, culturais e biobibliográficos em que as traduções surgiram pelos vários tradutores envolvidos” e também “abordada criticamente, e do ponto de vista hermenêutico-religioso, a questão linguística e da ‘não traduzibilidade’ do Alcorão”.

Mostafa Zekri é doutorado em Antropologia Social e História pela École de Hautes Études en Sciences Sociales de Paris. É também professor associado no Instituto Superior Teixeira Gomes, da Lusófona e investigador integrado no Centro de História d’Aquém e d’Além-Mar, da Universidade Nova de Lisboa.

 

O que têm dito os papas sobre a paz

Debate e oração no Rato, em Lisboa

O que têm dito os papas sobre a paz novidade

As mensagens dos Papas para o Dia Mundial da Paz é o tema da intervenção do padre Peter Stilwell neste sábado, 3 de Dezembro (Capela do Rato, em Lisboa, 19h), numa iniciativa integrada nas celebrações dos 50 anos da vigília de oração pela paz que teve lugar naquela capela, quando um grupo de católicos quis permanecer em oração durante 48 horas, em reflexão sobre a paz e contra a guerra colonial.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Ministro russo repudia declarações do Papa

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa novidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This