Patriarca russo apoia Putin

Ucrânia quer levar Cirilo ao Tribunal Penal Internacional

| 5 Nov 2023

Putin e o patriarca Cirilo, no Kremlin, em novembro de 2021. Kremlin.ru, CC BY 4.0 , via Wikimedia Commons.

Putin e o patriarca Cirilo, no Kremlin, em novembro de 2021. Kremlin.ru, CC BY 4.0, via Wikimedia Commons.

 

A Procuradoria-Geral e a autoridade nacional de segurança (SBU) da Ucrânia anunciaram este sábado a decisão de enviar ao Tribunal Penal Internacional uma denúncia contra o responsável máximo da Igreja Ortodoxa Russa (IOR), o patriarca Cirilo, acusando-o de inspirador e instigador da guerra de agressão armada desencadeada pelo regime de Putin contra o país vizinho.

As autoridades ucranianas afirmam ter recolhido provas contra Vladimir Gundyayev, nome civil de Cirilo, nomeadamente o facto de ele ser “membro do círculo íntimo dos principais líderes militares e políticos russos” e ter sido “um dos primeiros a apoiar publicamente uma guerra em grande escala contra a Ucrânia”. 

Além disso, ainda segundo o lado ucraniano, o patriarca, na sua propaganda, “utiliza amplamente as comunidades religiosas da Igreja Ortodoxa Russa sob o seu controlo no território da Federação Russa, bem como os representantes da Igreja Ortodoxa Ucraniana/IOU (MP) na Ucrânia”.

Acresce que Gundyayev “difunde regularmente narrativas do Kremlin” sob a forma de sermões online ou de comentários em vídeo. “Em particular, está documentado que em março de 2022, um “artigo” sobre a liturgia foi publicado no site da Igreja Ortodoxa Russa, no qual o responsável religioso abençoou o comandante da Rosgvardia Zolotov para a guerra contra a Ucrânia, sendo ainda aduzidos outros documentos alegadamente comprovativos do apoio e instigação à invasão e aos combates contra a Ucrânia.

Recorde-se que os responsáveis da Igreja Ortodoxa da Ucrânia historicamente ligada ao Patriarcado de Moscovo (IOU-MP) decidiram à pressa, após a invasão russa e perante o apoio de Cirilo a essa invasão, cortar os laços com o Patriarcado moscovita. No entanto, foram múltiplos os sinais de que esse corte ficou marcado por suspeitas e ambiguidades. Na denúncia agora formulada, o SBU afirma que, desde o início da invasão russa em grande escala, foram iniciados 70 processos penais contra representantes da IOU-MP, 16 dos quais são metropolitas (referente de uma província eclesiática).

Entretanto, os serviços secretos do país denunciaram recentemente que os dirigentes da Igreja Ortodoxa Russa “criaram as suas próprias empresas militares privadas na Rússia”, para a guerra contra a Ucrânia, segundo notícia publicada por vários media da Ucrânia.

“Sob as instruções do Patriarcado de Moscovo”, referem, essas empresas militares privadas, alegadamente financiadas de forma encoberta por dinheiros públicos têm vindo a “recrutar e a treinar mercenários para a guerra contra a Ucrânia”. Uma delas funcionaria mesmo nos fundos da Catedral Naval de Kronstadt, em São Petersburgo.

 

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe

Nove dias após a sua morte numa prisão russa

Corpo de Alexei Navalny já foi entregue à mãe novidade

O corpo do líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi entregue à sua mãe, informou ontem, sábado, Ivan Zhdanov, diretor da Fundação Anti-Corrupção de Navalny e um dos seus principais assessores na sua conta de Telegram. O responsável agradeceu a “todos” os que apelaram às autoridades russas para que devolvessem o corpo de Navalny à sua mãe, citado pela Associated Press.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos

Como preparação para a segunda sessão do Sínodo

Bispos católicos belgas vão debater sacerdotes casados e mulheres diáconos novidade

Os bispos católicos da Bélgica enviaram às dioceses e comunidades locais do seu país uma carta no dia 16 de fevereiro sugerindo a reflexão sobre dois temas ministeriais, a ordenação sacerdotal de homens casados e a instituição de mulheres diaconisas, como forma de preparação dos trabalhos da segunda sessão do Sínodo dos Bispos, que decorrerá em Roma em outubro próximo.

Cristo Cachorro, versão 2024

Cristo Cachorro, versão 2024 novidade

Invejo de morte a paixão que os cartazes da Semana Santa de Sevilha conseguem despertar. Os sevilhanos importam-se com a sua cidade, as festas e com a imagem que o cartaz projecta, se bem que com o seu quê de possessivo, mas bem melhor que a apatia. Não fossem frases como “É absolutamente uma vergonha e uma aberração” e as missas de desagravo e o quadro cartaz deste ano teria passado ao lado.

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

7MARGENS antecipa estudo

“As estatísticas oficiais subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia Cáritas

Ao basear-se em inquéritos junto das famílias, as estatísticas oficiais em Portugal não captam as situações daqueles que não vivem em residências habituais, como as pessoas em situação de sem-abrigo, por exemplo. E é por isso que “subestimam a magnitude da pobreza e exclusão em Portugal”, denuncia a Cáritas Portuguesa na introdução ao seu mais recente estudo, que será apresentado na próxima terça-feira, 27 de fevereiro, na Universidade Católica Portuguesa do Porto.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This