Orientado por Enrique Lluch Frechina

Um curso para que a Doutrina Social da Igreja deixe de ser um “segredo bem guardado”

| 16 Jan 2024

Ajuda, solidariedade. Foto Fzant

Sendo apenas “introdutório”, o objetivo do curso é “dar algumas chaves que ajudam a saber o que é a Doutrina Social da Igreja, qual é a sua origem e como se enquadra na sociedade atual. Foto © Fzant

 

João Paulo II escreveu que o ensino da Doutrina Social da Igreja faz parte da sua “missão evangelizadora”, no entanto… esta continua a ser o seu “segredo mais bem guardado”. Quem o diz é Enrique Lluch Frechina, licenciado em Teologia e doutor em Ciências Económicas, que irá orientar o próximo curso do Centro de Espiritualidade Redentorista (CER), intitulado “Uma Introdução à Doutrina Social da Igreja”. A formação, que não exige preparação prévia e é gratuita, arranca já na próxima segunda-feira, 22 de janeiro, e vai decorrer online.

“Encontro-me frequentemente com cristãos ‘de toda a vida’ – e digo isto sem nenhum sentido pejorativo, pelo contrário – que, apesar de terem seguido um itinerário habitual naqueles que podemos chamar-nos assim, ou seja, que fizeram a sua primeira comunhão, frequentaram uma escola católica ou aprenderam religião numa pública, que se crismaram e estiveram em grupos de jovens ou de adultos vinculados a alguma paróquia, diocese ou congregação, que não sabem absolutamente nada sobre Doutrina Social da Igreja”, assinala Frechina.

E isto sucede porque, na perspetiva do professor de Economia da Universidade Cardenal Herrera, em Valencia (Espanha), este é um tema “descuidado na formação” dos católicos. “Omite-se ou fala-se pouquíssimo dela na maioria dos itinerários cristãos de formação, na pregação dos nossos padres, nas catequeses ou nas conferências organizadas por entidades cristãs”, sublinha.

Assim, defende, este curso pode ajudar a colmatar aquela que é “uma das carências que temos na nossa formação como cristãos”. Sendo apenas “introdutório”, o seu objetivo é “dar algumas chaves que ajudam a saber o que é a Doutrina Social da Igreja, qual é a sua origem e como se enquadra na sociedade atual, quais são os seus princípios e como é que estes atualizam as boas novas do Cristianismo”, pode ler-se na breve descrição disponível no site do CER.

A formação irá decorrer ao longo de três semanas, e em cada uma delas serão disponibilizados, para download, dois ficheiros áudio (e respetivos textos de acompanhamento e aprofundamento), e haverá também uma sessão através da plataforma Zoom, síncrona, para comentar esses ficheiros. Estas sessões estão agendadas para 25 de janeiro e 1 de fevereiro (quintas-feiras) e 7 de fevereiro (quarta), entre as 21h e as 22h30. “O curso será em espanhol, mas facilmente compreensível, por ter sido tido esse cuidado ao gravar as sessões”, assegura o CER em comunicado enviado ao 7MARGENS.

O curso inclui ainda um ‘bónus extra’: “Teremos o Enrique Lluch Frechina no Porto, no dia 10 de fevereiro, para uma conversa presencial dentro da temática do curso, e a apresentação do seu novo livro ‘El espíritu del economicismo’“, adianta ainda a organização.

Mais informações e link para inscrição disponíveis na plataforma de cursos do CER.

 

Festival D’ONOR: a cultura com um pé em Portugal e outro em Espanha

Este fim de semana

Festival D’ONOR: a cultura com um pé em Portugal e outro em Espanha novidade

Está de regresso, já a partir desta sexta-feira, 19 de julho, o evento que celebra a cooperação transfronteiriça e a herança cultural de duas nações: Portugal e Espanha. Com um programa “intenso e eclético”, que inclui música, dança, gastronomia e outras atividades, o Festival D’ONOR chega à sexta edição e estende-se, pela primeira vez, às duas aldeias.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Bonecos de corda e outras manipulações

Bonecos de corda e outras manipulações novidade

“Se vivermos em função do loop que as redes sociais e outros devoradores de dados nos apresentam, do tipo de necessidades que vão alimentando e das opiniões e preconceitos que vão fabricando, vivemos uma fraca vida. Essa será, sem dúvida, uma vida de prazo expirado, por mais que o dispositivo seja de última geração e as atualizações estejam em dia.” – A reflexão de Sara Leão

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This