Congresso terminou sábado, 27

Um dicionário para conhecer melhor a Espiritualidade e Mística em Portugal

| 27 Abr 2024

José Eduardo Franco apresenta o projeto de elaboração da História Global da Espiritualidade e da Mística em Portugal e de um dicionário sobre o tema. Foto © Bernardes Franco/Ecclesia

José Eduardo Franco apresenta o projeto de elaboração da História Global da Espiritualidade e da Mística em Portugal e de um dicionário sobre o tema. Foto © Bernardes Franco/Ecclesia

 

O I Congresso Internacional de Espiritualidade de Mística que terminou ontem, dia 27 de abril, foi o palco para a apresentação do projeto do Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização (IEAC-GO) de elaboração da História Global da Espiritualidade e da Mística em Portugal e de um dicionário sobre o tema, que vai incluir 4000 verbetes.

Eugénia Abrantes, que preside ao IEAC-GO e coordena, com José Eduardo Franco, a obra, disse à Agência ECCLESIA que os primeiros volumes da História da Espiritualidade e da Mística, apresentada em cinco tomos e sete volumes, vão ser divulgados ainda durante este ano. “A maior parte dos volumes já estão terminados outros estão na fase da revisão de texto e, no decorrer deste ano, estamos aptos a começar a lançar os primeiros tomos e os primeiros volumes”, disse Eugénia Abrantes.

A presidente do IEAC-GO indicou também que o dicionário é uma obra com 4000 verbetes, que estão a ser escritos por 500 investigadores de mais de 20 nacionalidades. “Este projeto deixou de ser um projeto nacional, é bastante universal. Isso significa a valorização desta temática, como a confiança de muitos centros académicos nestes organismos, não só da Conferência Episcopal Portuguesa, que é a identidade que apoio esta projeto, mas também do IAC-GO, que assina a responsabilidade científica”, afirmou.

A História Global da Espiritualidade e da Mística em Portugal e o dicionário sobre o tema estão a ser apoiados pela Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), não só monetariamente, mas também na sua redescoberta da História, desde o século XIII até ao século XXI. Em declarações à Agência ECCLESIA, o padre Manuel Barbosa, secretário da CEP, refere-se à importância da obra pela História que apresenta sobre o tema na Igreja Católica, noutras religiões e também noutros “espaços culturais”, que “têm muito a dizer”. “A CEP achou que era um projeto interessante para investigar e divulgar. Está a ser feito, neste momento, e o trabalho já produzido está muito avançado. É um projeto que vai ter uma dimensão na Igreja e na cultura portuguesa”, afirma o secretário e porta-voz da CEP.

Para o presidente da CEP, D. José Ornelas, o projeto que está a ser desenvolvido “é fundamental para qualquer domínio da cultura”. “Esta obra que está a nascer, que vai começar a aparecer, tem a ver com o nosso ser português”, afirma o presidente da CEP.

O congresso permitiu também, segundo Eugénia Abrantes, que também foi a presidente da Comissão Científica do evento, que fosse possível divulgar mais os “grandes mestres espirituais portugueses”, que não podem ficar “na sombra”. “Nós não conhecemos os místicos portugueses, os grandes mestres espirituais. Alguns internacionais acabam por ser mais conhecidos, mas a nível nacional não”, disse Eugénia Abrantes à Agência ECCLESIA.

Para a teóloga, “a espiritualidade e a mística ainda é hoje quase um subtema no quadro da Teologia” e é necessário divulgar a influência dos místicos portugueses nas diferentes áreas sociais. “Conhecer quanto os místicos tiverem uma influência enorme em diferentes áreas sociais, desde a política, a Sociologia, a Antropologia, a Filosofia, a História e também dentro da própria Teologia… É pena que isso fique perdido, que isso fique na sombra”, lamenta.

O I Congresso Internacional de Espiritualidade e Mística, que decorreu na cidade de Braga, no Bom Jesus, entre os dias 24 e 27 de abril, teve por tema “À procura do não limite” e foi promovido pelo Instituto de História e Arte Cristãs (IHAC) e pelo Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização (IEAC-GO).

O Congresso, que teve o apoio da Conferência Episcopal Portuguesa, abordou o tema da espiritualidade e da mística em diferentes áreas científicas, nomeadamente Teologia, Ciências das Religões, História, Filosofia, Antropologia, Medicina, Psicologia, Sociologia, Arquitetura, Artes, Ciências da Educação, apresentadas em mais de meia centena de comunicações.

No programa 7MARGENS da Antena 1, o Congresso e as publicações da História e do Dicionário foram já tema de debate recente, que pode ser escutado na RTP Play: https://www.rtp.pt/play/p12257/e761868/7-margens

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This