Iniciativa também no Porto

Um tempo de oração para salvar a vida na terra

| 19 Nov 2023

não há tempo para esperar

Não há tempo para esperar, nem plano B. Foto: Direitos reservados.

 

Em resposta aos apelos do Papa Francisco para que na COP28 se chegue a um acordo para limitar o aquecimento global, o Metanoia – Movimento Católico de Profissionais, do Porto, e o CREU-IL – Centro de Encontro e Reflexão Universitário convocam todos que se lhes quiserem juntar para um tempo de oração e silêncio, intitulado “orar e agir para salvar a vida na terra”, que terá lugar no dia 24 de novembro, pelas 18h30, na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no Porto.

Aquelas duas associações associam-se, assim, à iniciativa que o grupo Cuidar da Casa Comum da paróquia lisboeta de Santa Isabel e a Rede Cuidar da Casa Comum levam a cabo no mesmo dia e à mesma hora, em Lisboa.

A 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP28) vai decorrer no Dubai entre 30 de novembro e 12 de dezembro com a participação de responsáveis políticos de todo mundo. O Papa Francisco discursará no dia 2 de dezembro, tendo pedido aos católicos de todo o mundo que rezem para que a conferência adote “políticas capazes de limitar as alterações climáticas, invertendo o modelo económico e os modos de vida que, segundo o Papa escreve na Exortação Apostólica Laudate Deum, nos estão a arruinar e a aproximar de um ponto de rutura”, lê-se no comunicado daquelas duas associações do Porto.

“Rezamos para que os responsáveis políticos reunidos no Dubai assumam ‘compromissos eficazes que possam ser monitorizados de forma permanente (…) e fórmulas vinculantes de transição energética que tenham três características: eficientes, vinculativas e facilmente monitoráveis, a fim de se iniciar um novo processo que seja drástico, intenso e possa contar com o empenho de todos’” escrevem o Metanoia do Porto e o CREU no comunicado que fizeram chegar à redação do 7MARGENS.

O texto termina afirmando: “Renovamos, também, o nosso compromisso com um modo de vida sóbrio, certos de que pelo nosso testemunho e intervenção cívica podemos contribuir para que as muitas correntes de águas vivas da justiça e da paz de Deus se tornem um poderoso rio por toda a Terra”.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Irritações e sol na cara

Irritações e sol na cara novidade

“Todos os dias têm muito para correr mal, sim. Mas pode-se passar pela vida irritado? Apitos e palavras desagradáveis, respirações impacientes, sempre com o “não posso mais” na boca.” – A crónica de Inês Patrício, a partir de Berlim

A cor do racismo

A cor do racismo novidade

O que espero de todos é que nos tornemos cada vez mais gente de bem. O que espero dos que tolamente se afirmam como “portugueses de bem” é que se deem conta do ridículo e da pobreza de espírito que ostentam. E que não se armem em cristãos, porque o Cristianismo está nas antípodas das ideias perigosas que propõem.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This