Clérigos e Misericórdia do Porto

Um “tesouro literário português” entregue à Biblioteca do Vaticano

| 23 Jun 2022

Manuscrito da "Tragédia Amorosa de Dona Inês de Castro", entregue pela Irmandade dos Clérigos e Santa Casa da Misericórdia do Porto à Biblioteca Apostólica do Vaticano. Foto: Direitos reservados.

O manuscrito da Tragédia Amorosa de Dona Inês de Castro, entregue à Biblioteca Apostólica do Vaticano. Foto: Direitos reservados.

 

O presidente da Irmandade dos Clérigos e o provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto entregaram na Santa Sé um manuscrito da Tragédia Amorosa de Dona Inês de Castro, obra histórica do poeta quinhentista António Ferreira.

Numa nota enviada à Agência Ecclesia, as instituições destacam que a partir desta quarta-feira, 22 de Junho, quando se fez a entrega, o “tesouro literário português” fica “preservado” na secção portuguesa da “mais emblemática” biblioteca mundial, e “assegurado o importante elo” entre Portugal e a obra de António Ferreira (1528-1569), centrada na “tragédia em torno do amor entre o futuro Rei D. Pedro e a galega D. Inês de Castro”.

“A História de Portugal tem mais um volume de relevo presente na mais antiga biblioteca do mundo, após uma comitiva nacional, liderada pelo presidente da Irmandade dos Clérigos, padre Manuel Fernando, e pelo provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, António Tavares, ter levado ao Vaticano um manuscrito quinhentista da Tragédia Amorosa de Dona Inês de Castro.

O documento foi adquirido “há algumas semanas” pelas duas instituições da cidade do Porto, “num gesto que permite preservar a ligação a Portugal deste objecto valioso”, depois da obra de um dos “maiores poetas do classicismo renascentista de língua portuguesa”, ter sido adquirido “há algumas semanas num alfarrabista” no Porto.

A Irmandade dos Clérigos e a Santa Casa da Misericórdia do Porto assinalam que o manuscrito entregue à Biblioteca do Vaticano, que tem como responsável o cardeal português D. José Tolentino Mendonça, “estava a ser cobiçado no Reino Unido”.

“A decisão assegurou a manutenção do documento num local onde fica disponível para consulta, estudo e valorização”, destacam.

Responsáveis da Irmandade dos Clérigos e Santa Casa da Misericórdia do Porto com o cardeal José Tolentino Mendonça, no acto de entrega do manuscrito da "Tragédia Amorosa de Dona Inês de Castro" à Biblioteca Apostólica do Vaticano. Foto: Torre dos Clérigos.

O cardeal Tolentino Mendonça (ao centro) foi quem recebeu o manuscrito em nome da Biblioteca Apostólica do Vaticano. Foto: Torre dos Clérigos.

 

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos

Relatório da ONU alerta

Sida: 60% das crianças entre os 5 e os 14 anos sem acesso a tratamentos novidade

O mais recente relatório da ONUSIDA, divulgado esta terça-feira, 29 de novembro,  é perentório: “o mundo continua a falhar à infância” na resposta contra a doença. No final de 2021, 800 mil crianças com VIH não recebiam qualquer tratamento. Entre os cinco e os 14 anos, apenas 40% tiveram acesso a medicamentos para a supressão viral. A boa notícia é que as mortes por sida caíram 5,79% face a 2020, mas a taxa de mortalidade observada entre as crianças é particularmente alarmante.

Gracia Nasi, judia e “marrana”

Documentário na RTP2

Gracia Nasi, judia e “marrana” novidade

Nascida em Portugal em 1510, com o nome cristão de Beatriz de Luna, Gracia Nasi pertencia a uma uma família de cristãos-novos expulsa de Castela. Viúva aos 25 anos, herdeira de um império cobiçado, Gracia revelar-se-ia exímia gestora de negócios. A sua personalidade e o destino de outros 100 mil judeus sefarditas, expulsos de Portugal, são o foco do documentário Sefarad: Gracia Nasi (RTP2, 30/11, 23h20).

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

Bahrein

Descoberto mosteiro cristão sob as ruínas de uma mesquita

Há quem diga que este é o “primeiro fruto milagroso” da viagem apostólica que o Papa Francisco fez ao Bahrein, no início de novembro. Na verdade, resulta de três anos de trabalho de uma equipa de arqueólogos locais e britânicos, que acaba de descobrir, sob as ruínas de uma antiga mesquita, partes de um ainda mais antigo mosteiro cristão.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This