Sob o tema “A Pausa e o Silêncio”

Vários conventos lisboetas abrirão portas na próxima semana

| 17 Mai 2024

Claustros do Convento das Bernardas, em Lisboa. Foto Museu da Marioneta

Claustros do Convento das Bernardas, em Lisboa, onde hoje funciona o Museu da Marioneta: este é um dos edifícios incluídos na rota dos conventos abertos. Foto © Museu da Marioneta.

Conhecer espaços conventuais, as suas narrativas, autores e quem os habitou, promover a reflexão em torno deste património, fomentar o pensamento sobre a cidade onde estes se inserem e explorar os diferentes modos de organização social e comunitária. Estas são algumas das ideias que sustentam a iniciativa Open Conventos (Conventos Abertos), que terá lugar nos próximos dias 23, 24 e 25 de maio, em Lisboa e cuja entrada será gratuita. Entre eles, estarão os edifícios da Assembleia da República, do Museu da Marioneta (Convento das Bernardas), a Cervejaria Trindade, o Museu Nacional de Arte Antiga ou a atual Cúria Patriarcal.

Ao todo, serão 36 os antigos e atuais edifícios conventuais a abrir portas com uma oferta diversificada de itinerários, visitas, conversas e sessões de cinema. “Que modelo de sociedade queremos no século XXI? O que podemos aprender com as comunidades que habitavam e habitam conventos e mosteiros numa época marcada pela aceleração e acumulação?”, são algumas das questões colocadas pelo comunicado de imprensa da iniciativa, enviado ao 7MARGENS.

Sob o tema “A Pausa e o Silêncio”, realiza-se, logo no dia 23, uma conversa aberta às 17h, no centro cultural Brotéria, com a presença da escritora Ana Margarida Carvalho, da maestrina adjunta Inês Tavares Lopes, do Coro Gulbenkian, do padre João Norton, da revista Brotéria, e  da Irmã Anatália, das Monjas de Belém. Será  moderada pela jornalista Teresa Nicolau. Às 20h30, no Convento de São Pedro de Alcântara, é exibido o documentário O Grande Silêncio de Philip Groning.

Organizada pela Câmara Municipal de Lisboa, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Quo Vadis – Turismo do Patriarcado e Universidade Nova de Lisboa, esta iniciativa incluirá ainda a participação de várias outras instituições que funcionam em antigos conventos, como sejam a Guarda Nacional Republicana, o Instituto Hidrográfico, o Hospital de São José, entre outros hospitais, a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, o Instituto Superior de Economia e Gestão ou o Museu Nacional do Azulejo, entre outras. Conta, de igual modo, com a colaboração de investigadores e professores universitários que guiam visitas e itinerários, bem como  voluntários.

A segunda edição desta iniciativa, em 2023, contou com a participação de mais de 5000 visitantes e o envolvimento de 32 antigos conventos.

O programa completo, itinerários e informação histórica e cultural sobre cada convento, estão disponíveis na página www.quovadislisboa.com

 

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo”

Na Casa de Oração Santa Rafaela Maria

Uma tarde para aprender a “estar neste mundo como num grande templo” novidade

Estamos neste mundo, não há dúvida. Mas como nos relacionamos com ele? E qual o nosso papel nele? “Estou neste mundo como num grande templo”, disse Santa Rafaela Maria, fundadora das Escravas do Sagrado Coração de Jesus, em 1905. A frase continua a inspirar as religiosas da congregação e, neste ano em que assinalam o centenário da sua morte, “a mensagem não podia ser mais atual”, garante a irmã Irene Guia ao 7MARGENS. Por isso, foi escolhida para servir de mote a uma tarde de reflexão para a qual todos estão convidados. Será este sábado, às 15 horas, na Casa de Oração Santa Rafaela Maria, em Palmela, e as inscrições ainda estão abertas.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja

A um mês da ordenação de dois bispos

Patriarca de Lisboa convida “todos” para “momento raro” na Igreja novidade

O patriarca de Lisboa, Rui Valério, escreveu uma carta a convocar “todos – sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e fiéis leigos” da diocese para estarem presentes naquele que será o “momento raro da ordenação episcopal de dois presbíteros”. A ordenação dos novos bispos auxiliares de Lisboa, Nuno Isidro e Alexandre Palma, está marcada para o próximo dia 21 de julho, às 16 horas, na Igreja de Santa Maria de Belém (Mosteiro dos Jerónimos).

O exemplo de Maria João Sande Lemos

O exemplo de Maria João Sande Lemos novidade

Se há exemplo de ativismo religioso e cívico enquanto impulso permanente em prol da solidariedade, da dignidade humana e das boas causas é o de Maria João Sande Lemos (1938-2024), que há pouco nos deixou. Conheci-a, por razões familiares, antes de nos encontrarmos no então PPD, sempre com o mesmo espírito de entrega total. [Texto de Guilherme d’Oliveira Martins]

“Sempre pensei envelhecer como queria viver”

Modos de envelhecer (19)

“Sempre pensei envelhecer como queria viver” novidade

O 7MARGENS iniciou a publicação de depoimentos de idosos recolhidos por José Pires, psicólogo e sócio fundador da Cooperativa de Solidariedade Social “Os Amigos de Sempre”. Publicamos hoje o décimo nono depoimento do total de vinte e cinco. Informamos que tanto o nome das pessoas como as fotografias que os ilustram são da inteira responsabilidade do 7MARGENS.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This