Vaticano cria site para acompanhar a aplicação da encíclica “Fratelli Tutti”

| 3 Dez 20

Giotto, São Francisco

Giotto, São Francisco dando o seu manto a um mendigo, pintura afresco na basílica superior de São Francisco, em Assis, que serve de imagem ao site e à capa da encíclica.

 

O Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral (DSDHI), do Vaticano, inaugurou uma página na internet dedicada unicamente à última encíclica do Papa Francisco, Fratelli Tutti (Todos irmãos). Localizada na página principal do DSDHI, a página também pode ser acedida directamente num endereço próprio.

O projecto teve a colaboração do Dicastério da Comunicação e pretende difundir a mensagem de fraternidade e amizade social da encíclica de forma capilar, aprofundando e dando a conhecer excertos do texto da encíclica, outras intervenções do Papa sobre os temas nela tratados, bem como notícias que se relacionem também com os assuntos abordados no documento. Disponível em três línguas (italiano, inglês e espanhol), inclui ainda vários recursos em francês, português, árabe ou chinês, por exemplo.

O menu principal prevê a possibilidade de descarregar o texto da encíclica nas principais línguas em que foi publicada, bem como aceder ao vídeo com as intervenções da conferência de imprensa de apresentação do documento, a 4 de Outubro, no Vaticano. A secção “Reflexões” inclui comentários dos responsáveis do DSDHI, de representantes das Igrejas locais, peritos internacionais, incluindo de entidades não-religiosas. Há ainda as “Notícias”, com textos, vídeos e entrevistas e os “Recursos”, que inclui apresentações gráficas de estudo da encíclica. Está prevista ainda a criação de um espaço para “Iniciativas”, que dê conta de contributos das Igrejas locais, organizações, associações e comunidades para pôr em prática as propostas da encíclica.

 

Uma Teofania nos corações humanos

Uma Teofania nos corações humanos novidade

A Epifania é celebrada pelas Igrejas Ortodoxas a 6 de Janeiro no calendário Juliano (19 no calendário Gregoriano), 12 dias após a Festa do Natal. A banalização da festa do Natal inscreveu-a no imaginário do espírito humano, sobrevalorizando-o e operando a sua dessacralização em detrimento do Espírito de Deus.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

As causas que sobrevivem às coisas

As causas que sobrevivem às coisas novidade

O Portugal de A Causa das Coisas e de Os Meus Problemas, publicados nos anos 80, fazem sentido neste século XXI? Miguel Esteves Cardoso ainda nos diz quem e o que somos nós? Haverá coisas que hoje se estranham, nomes fora de tempo, outras que já desapareceram ou caíram em desuso. Já as causas permanecem. Pretexto para uma revisitação a crónicas imperdíveis, agora reeditadas.

2022: aprender a construir a paz

2022: aprender a construir a paz novidade

A Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Paz de 2022 é expressão de um momento muito forte que atravessamos, numa transição de incerteza e perplexidade. Guerras e conflitos, pandemias, doenças, alterações climáticas, degradação ambiental, fome e sede, consumismo, individualismo, em lugar de partilha solidária – eis o conjunto de preocupações que dominam este início de 2022. Nestes termos, o Papa propõe-nos três caminhos para uma Paz duradoura.

Egipto

Bahá’ís sem cemitério em Alexandria

As autoridades locais de Alexandria recusaram a possibilidade de um cemitério próprio para egípcios que não pertencem a uma das três principais religiões monoteístas. Já há vários anos que os egípcios que pertencem à fé bahá’í têm lutado para ter um espaço para enterrar os seus mortos em Alexandria, a segunda maior cidade do país. No entanto, essa possibilidade foi agora negada, noticia o La Croix International (ligação exclusiva para assinantes).

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This