Vaticano saúda muçulmanos no Ramadão

| 16 Abr 21

ramadao Foto Direitos reservados

“O jejum, a oração, a esmola e outras práticas piedosas aproximam-nos de Deus (…), ajudando-nos a continuar no caminho da fraternidade”, refere a mensagem assinada pelo cardeal Miguel Ángel Ayuso. Foto: Direitos reservados.

 

O Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, da Santa Sé, enviou uma mensagem aos muçulmanos de todo o mundo, por ocasião do início do Ramadão, convidando todos os crentes a serem “construtores e reparadores” da esperança.

“Nós, cristãos e muçulmanos, somos chamados a ser portadores de esperança para a vida presente e futura, e testemunhas, construtores e reparadores desta esperança, especialmente para aqueles que vivem dificuldades e desespero”, diz o texto, assinado pelo cardeal Miguel Ángel Ayuso, divulgado nesta sexta-feira, 16.

O Vaticano deseja aos muçulmanos um mês “repleto de bênçãos divinas e de crescimento espiritual”, refere a mensagem, destacando que “o jejum, a oração, a esmola e outras práticas piedosas aproximam-nos de Deus, nosso Criador, e de todos aqueles com quem vivemos e trabalhamos, ajudando-nos a continuar no caminho da fraternidade”.

O Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso evoca ainda o impacto da pandemia e dos confinamentos, nos quais ganharam novo valor “expressões e gestos de solidariedade fraterna, como um telefonema, uma mensagem de apoio e conforto, uma oração”.

“A fraternidade humana, com as suas muitas manifestações, torna-se assim uma fonte de esperança para todos, especialmente para todos os necessitados”, acrescenta o texto.

A mensagem é publicada, anualmente, por altura do Ramadão e de Eid al-Fitr, a festa conclusiva deste mês de jejum ritual.

 

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI

Manifesto inédito em todo o mundo

125 padres e católicos alemães assumem publicamente condição LGBTQI novidade

Um total de 125 pessoas, incluindo vários padres, trabalhadores a tempo inteiro ou voluntários na Igreja Católica nos países de língua alemã, anunciam hoje a sua condição LGBTQI+. A iniciativa tem o título #OutInChurch. Por uma Igreja sem medo e acompanha, também, a emissão de um documentário televisivo. É a primeira vez na história, em todo o mundo, que um grupo de crentes se assume deste modo, colectivamente, na praça pública.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia

A roseira que defende a vinha: ainda a eutanásia novidade

Há tempos, numa visita a uma adega nacional conhecida, em turismo, ouvi uma curiosa explicação da nossa guia que me relembrou imediatamente da vida de fé e das questões dos tempos modernos. Dizia-nos a guia que é hábito encontrar roseiras ao redor das vinhas como salvaguarda: quando os vitivinicultores encontravam algum tipo de doença nas roseiras, algum fungo, sabiam que era hora de proteger a vinha, de a tratar, porque a doença estava próxima.

Um caderno para imprimir e usar

Sínodo 2021-23

Um caderno para imprimir e usar

Depois de ter promovido a realização de dois inquéritos sobre o sínodo católico 2021-23, o 7MARGENS decidiu reunir o conjunto de textos publicados a esse propósito num caderno que permita uma visão abrangente e uma utilização autónoma do conjunto. A partir de agora, esse caderno está disponível em ligação própria.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This