Venha o Teu Reino, um movimento global de oração cristã

| 7 Jun 19

Crianças da Paróquia S. João Evangelista colocam fitas de um “tom da vida” num cartaz com a imagem oficial do Venha o Teu Reino. Foto: Direitos reservados.

 

Começou na Quinta-feira da Ascensão, dia em que os cristãos comemoram a subida de Jesus aos céus (este ano a 30 de Maio), o movimento global de oração Venha o Teu Reino (Thy Kingdom Come, em inglês). 

A Bíblia refere que depois de Jesus, “enquanto os abençoava”, ter subido aos céus os discípulos participavam nas reuniões de oração, iam ao templo dar graças (Actos 1, 14; Lc 24, 53), oraram, oraram, oraram até que receberam a visita do Espírito Santo, momento que dá origem à celebração do dia de Pentecostes pelos cristãos.

Em 2016, para o período entre o dia da Ascensão e o dia de Pentecostes, Justin Welby, arcebispo de Cantuária (primaz da Comunhão Anglicana), e John Sentamu, arcebispo de York, fizeram uma proposta convidando todos a orarem, neste tempo, num movimento que seria designado por Thy Kingdom Come(Venha o Teu Reino).

O desafio é simples: cada pessoa escolhe outras cinco por quem orar, que ainda não tenham conhecido Jesus nas suas vidas. E, através da oração diária, podendo ser orientada por vários recursos disponíveis (diários de oração ou a aplicação Thy Kingdom Comepara telemóveis), ora diariamente para o encontro dessas pessoas com Jesus.

Justin Welby confessou nunca, em nada que fizera na sua vida, sentira a força do Espírito Santo como na proposta Venha o Teu Reino. Na verdade, como só o sopro deste Espírito Santo que recai(u) também sobre os discípulos conseguiria, o que começou como um convite dos arcebispos para a Igreja da Inglaterra (Anglicana) tornou-se um verdadeiro apelo internacional e ecuménico à oração. Neste momento, Venha o Teu Reino está em 144 países e em 65 denominações diferentes, nomeadamente Igrejas Metodistas, Cristãos Coptas e Católica Romana. Este ano até o Papa Francisco se pronunciou sobre o Venha Teu Reino, num video gravado ao lado do arcebispo Justin Welby, no qual diz que o pedido “Vem, Espírito Santo”, é o grito de todos os cristãos:

 

Nestes dias, pessoas de diversas confissões e de 144 nacionalidades, oram pela mesma orientação: a vinda do Reino de Deus e a vinda de Cristo, da boa-nova, na vida de outras pessoas à nossa volta.

Esse é o convite feito a cada pessoa, no sentido de aceitar esse desafio de oração até 9 de Junho, com o objectivo de iluminar o mundo através da oração. Além desta, um pouco por todo o mundo, há “estações de oração” em espaços nas ruas ou comerciais e “eventos luz” que abarcam todos que durante este tempo orarem. Em Inglaterra, em 2018, cerca de 10 mil cristãos reuniram-se em “eventos luz” nas catedrais. Este ano o desafio é uma concentração na praça Trafalgar, em Londres, em oração e louvor, no que pode ser um testemunho para quem não crê.

Em Portugal, pelo terceiro ano consecutivo, o evento luz irá realizar-se na Catedral de S. Paulo, da Igreja Lusitana (Santos-o-Velho, Lisboa) com teatro musical, momentos de oração e louvor, reflexões e debates, actividades para crianças, muita música e a presença de pessoas de diversas igrejas que, em conjunto, estarão em oração, pedindo: Venha o Teu Reino.

Este ano, no sábado 8 de Junho, das 11h às 17h, com uma proposta muito concreta: “Tons da Vida” é o tema deste ano, pensando nas muitas cores que pintam a vida no caminho até ao Reino de Deus. Todos são convidados a levar um almoço para partilhado e aparecer. Para quem vai do Norte, há autocarros organizados.

Mais informações nas páginas da Igreja Lusitana e na da iniciativa Venha o Teu Reino.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This