Venha o Teu Reino, um movimento global de oração cristã

| 7 Jun 19 | Igrejas Cristãs, Igrejas Cristãs - Homepage, Newsletter, Últimas

Crianças da Paróquia S. João Evangelista colocam fitas de um “tom da vida” num cartaz com a imagem oficial do Venha o Teu Reino. Foto: Direitos reservados.

 

Começou na Quinta-feira da Ascensão, dia em que os cristãos comemoram a subida de Jesus aos céus (este ano a 30 de Maio), o movimento global de oração Venha o Teu Reino (Thy Kingdom Come, em inglês). 

A Bíblia refere que depois de Jesus, “enquanto os abençoava”, ter subido aos céus os discípulos participavam nas reuniões de oração, iam ao templo dar graças (Actos 1, 14; Lc 24, 53), oraram, oraram, oraram até que receberam a visita do Espírito Santo, momento que dá origem à celebração do dia de Pentecostes pelos cristãos.

Em 2016, para o período entre o dia da Ascensão e o dia de Pentecostes, Justin Welby, arcebispo de Cantuária (primaz da Comunhão Anglicana), e John Sentamu, arcebispo de York, fizeram uma proposta convidando todos a orarem, neste tempo, num movimento que seria designado por Thy Kingdom Come(Venha o Teu Reino).

O desafio é simples: cada pessoa escolhe outras cinco por quem orar, que ainda não tenham conhecido Jesus nas suas vidas. E, através da oração diária, podendo ser orientada por vários recursos disponíveis (diários de oração ou a aplicação Thy Kingdom Comepara telemóveis), ora diariamente para o encontro dessas pessoas com Jesus.

Justin Welby confessou nunca, em nada que fizera na sua vida, sentira a força do Espírito Santo como na proposta Venha o Teu Reino. Na verdade, como só o sopro deste Espírito Santo que recai(u) também sobre os discípulos conseguiria, o que começou como um convite dos arcebispos para a Igreja da Inglaterra (Anglicana) tornou-se um verdadeiro apelo internacional e ecuménico à oração. Neste momento, Venha o Teu Reino está em 144 países e em 65 denominações diferentes, nomeadamente Igrejas Metodistas, Cristãos Coptas e Católica Romana. Este ano até o Papa Francisco se pronunciou sobre o Venha Teu Reino, num video gravado ao lado do arcebispo Justin Welby, no qual diz que o pedido “Vem, Espírito Santo”, é o grito de todos os cristãos:

 

Nestes dias, pessoas de diversas confissões e de 144 nacionalidades, oram pela mesma orientação: a vinda do Reino de Deus e a vinda de Cristo, da boa-nova, na vida de outras pessoas à nossa volta.

Esse é o convite feito a cada pessoa, no sentido de aceitar esse desafio de oração até 9 de Junho, com o objectivo de iluminar o mundo através da oração. Além desta, um pouco por todo o mundo, há “estações de oração” em espaços nas ruas ou comerciais e “eventos luz” que abarcam todos que durante este tempo orarem. Em Inglaterra, em 2018, cerca de 10 mil cristãos reuniram-se em “eventos luz” nas catedrais. Este ano o desafio é uma concentração na praça Trafalgar, em Londres, em oração e louvor, no que pode ser um testemunho para quem não crê.

Em Portugal, pelo terceiro ano consecutivo, o evento luz irá realizar-se na Catedral de S. Paulo, da Igreja Lusitana (Santos-o-Velho, Lisboa) com teatro musical, momentos de oração e louvor, reflexões e debates, actividades para crianças, muita música e a presença de pessoas de diversas igrejas que, em conjunto, estarão em oração, pedindo: Venha o Teu Reino.

Este ano, no sábado 8 de Junho, das 11h às 17h, com uma proposta muito concreta: “Tons da Vida” é o tema deste ano, pensando nas muitas cores que pintam a vida no caminho até ao Reino de Deus. Todos são convidados a levar um almoço para partilhado e aparecer. Para quem vai do Norte, há autocarros organizados.

Mais informações nas páginas da Igreja Lusitana e na da iniciativa Venha o Teu Reino.

Artigos relacionados

Primeira missa depois do incêndio em Notre-Dame é neste sábado; 7M disponibiliza ligação em vídeo

Primeira missa depois do incêndio em Notre-Dame é neste sábado; 7M disponibiliza ligação em vídeo

Dois meses depois de ter sido muito danificada por um incêndio, a catedral de notre-Dame de Paris abrirá de novo as suas portas este sábado e domingo, para a celebração da missa, informou a diocese de Paris em comunicado. “A primeira missa em Notre-Dame será celebrada no fim-de-semana de 15 e 16 de Junho”, lê-se no texto. A celebração de sábado tem lugar às 17h de Lisboa. 

Apoie o 7 Margens

Breves

Portugal é o terceiro país mais pacífico do Mundo

O Índice Global de Paz de 2019, apresentado em Londres, considera Portugal o terceiro país mais pacifico em todo o Mundo, subindo do quarto lugar em que estava classificado no ano transacto e ficando apenas atrás da Islândia e da Nova Zelândia.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia 

Entre margens

Nas margens da filosofia – Um Deus que nos desafia

No passado dia 11 de Maio, o 7MARGENS publicou uma entrevista de António Marujo ao cardeal Gianfranco Ravasi. A esta conversa foi dado o título “O problema não é saber se Deus existe: é saber qual Deus”. É um tema que vem de longe e que particularmente nos interpela, não tanto num contexto teológico/metafísico quanto no plano da própria acção humana.

Migração e misericórdia

O 7MARGENS publicou, já lá vão algumas semanas, uma notícia com declarações do cardeal Robert Sarah, que considerava demasiado abstracto e já cansativo o discurso de Francisco sobre estes temas. Várias pessoas, entre muitos apoiantes do Papa, têm levantado a mesma questão. E porque Francisco é exemplo de quem procura sem medo a verdade e tem o dom do diálogo estruturante, devem ser os amigos e apoiantes a escutá-lo criticamente.

A Teologia mata?

A pergunta parecerá eventualmente exagerada mas não deixa de ser pertinente. O que mais não falta por esse desvairado mundo é quem ande a matar o próximo em nome da sua crença religiosa.

Cultura e artes

Frei Agostinho da Cruz, um poeta da liberdade em tempos de Inquisição

“Poeta da liberdade”, que “obriga a pensar o que somos”, viveu em tempos de Inquisição, quando as pessoas com uma visão demasiado autónoma “não eram muito bem vistas”. Uma Antologia Poética de frei Agostinho da Cruz, que morreu há 400 anos, será apresentada esta sexta, 14 de Junho, numa sessão em que Teresa Salgueiro interpretará músicas com poemas do frade arrábido.

Sete Partidas

A Páscoa em Moçambique, um ano antes do ciclone – e como renasce a esperança

Um padre que passou de refugiado a conselheiro geral pode ser a imagem da paixão e morte que atravessou a Beira e que mostra caminhos de Páscoa a abrir-se. Na região de Moçambique destruída há um mês pelo ciclone Idai, a onda de solidariedade está a ultrapassar todas as expectativas e a esperança está a ganhar, outra vez, os corações das populações arrasadas por esta catástrofe.

Visto e Ouvido

"Correio a Nossa Senhora" - espólio guardado no Santuário começou a ser agora disponibilizado aos investigadores

Agenda

Jun
18
Ter
Debate sobre “Mulheres, Igreja e Jornalismo”, com Fausta Speranza @ Instituto Italiano de Cultura
Jun 18@18:30_20:00

Fausta Esperanza é jornalista, da redação internacional do L’Osservatore Roman, jornal oficial da Santa Sé; a moderação do debate é de Lurdes Ferreira; a sessão terá tradução simultânea em italiano e português.

Ver todas as datas

Fale connosco