Venha o Teu Reino, um movimento global de oração cristã

7 Jun 19Igrejas Cristãs, Igrejas Cristãs - Homepage, Newsletter, Últimas

Crianças da Paróquia S. João Evangelista colocam fitas de um “tom da vida” num cartaz com a imagem oficial do Venha o Teu Reino. Foto: Direitos reservados.

 

Começou na Quinta-feira da Ascensão, dia em que os cristãos comemoram a subida de Jesus aos céus (este ano a 30 de Maio), o movimento global de oração Venha o Teu Reino (Thy Kingdom Come, em inglês). 

A Bíblia refere que depois de Jesus, “enquanto os abençoava”, ter subido aos céus os discípulos participavam nas reuniões de oração, iam ao templo dar graças (Actos 1, 14; Lc 24, 53), oraram, oraram, oraram até que receberam a visita do Espírito Santo, momento que dá origem à celebração do dia de Pentecostes pelos cristãos.

Em 2016, para o período entre o dia da Ascensão e o dia de Pentecostes, Justin Welby, arcebispo de Cantuária (primaz da Comunhão Anglicana), e John Sentamu, arcebispo de York, fizeram uma proposta convidando todos a orarem, neste tempo, num movimento que seria designado por Thy Kingdom Come(Venha o Teu Reino).

O desafio é simples: cada pessoa escolhe outras cinco por quem orar, que ainda não tenham conhecido Jesus nas suas vidas. E, através da oração diária, podendo ser orientada por vários recursos disponíveis (diários de oração ou a aplicação Thy Kingdom Comepara telemóveis), ora diariamente para o encontro dessas pessoas com Jesus.

Justin Welby confessou nunca, em nada que fizera na sua vida, sentira a força do Espírito Santo como na proposta Venha o Teu Reino. Na verdade, como só o sopro deste Espírito Santo que recai(u) também sobre os discípulos conseguiria, o que começou como um convite dos arcebispos para a Igreja da Inglaterra (Anglicana) tornou-se um verdadeiro apelo internacional e ecuménico à oração. Neste momento, Venha o Teu Reino está em 144 países e em 65 denominações diferentes, nomeadamente Igrejas Metodistas, Cristãos Coptas e Católica Romana. Este ano até o Papa Francisco se pronunciou sobre o Venha Teu Reino, num video gravado ao lado do arcebispo Justin Welby, no qual diz que o pedido “Vem, Espírito Santo”, é o grito de todos os cristãos:

 

Nestes dias, pessoas de diversas confissões e de 144 nacionalidades, oram pela mesma orientação: a vinda do Reino de Deus e a vinda de Cristo, da boa-nova, na vida de outras pessoas à nossa volta.

Esse é o convite feito a cada pessoa, no sentido de aceitar esse desafio de oração até 9 de Junho, com o objectivo de iluminar o mundo através da oração. Além desta, um pouco por todo o mundo, há “estações de oração” em espaços nas ruas ou comerciais e “eventos luz” que abarcam todos que durante este tempo orarem. Em Inglaterra, em 2018, cerca de 10 mil cristãos reuniram-se em “eventos luz” nas catedrais. Este ano o desafio é uma concentração na praça Trafalgar, em Londres, em oração e louvor, no que pode ser um testemunho para quem não crê.

Em Portugal, pelo terceiro ano consecutivo, o evento luz irá realizar-se na Catedral de S. Paulo, da Igreja Lusitana (Santos-o-Velho, Lisboa) com teatro musical, momentos de oração e louvor, reflexões e debates, actividades para crianças, muita música e a presença de pessoas de diversas igrejas que, em conjunto, estarão em oração, pedindo: Venha o Teu Reino.

Este ano, no sábado 8 de Junho, das 11h às 17h, com uma proposta muito concreta: “Tons da Vida” é o tema deste ano, pensando nas muitas cores que pintam a vida no caminho até ao Reino de Deus. Todos são convidados a levar um almoço para partilhado e aparecer. Para quem vai do Norte, há autocarros organizados.

Mais informações nas páginas da Igreja Lusitana e na da iniciativa Venha o Teu Reino.

Artigos relacionados

Apoie o 7 Margens

Breves

Freira Indiana apela ao Vaticano contra a sua expulsão da ordem novidade

A irmã Lucy Kalappura, da Congregação das Irmãs Clarissas Franciscanas, que protestou contra o bispo Franco Mulakkal devido à suposta acusação de violação de uma freira, apela ao Vaticano que evite a sua expulsão da ordem a que pertence, depois de lhe terem sido instauradas alegadas “ações disciplinares”.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia 

Entre margens

A crise do capital, uma doença demolidora novidade

Tenho para mim que o problema pode ser mais largo e profundo. Prefiro centrá-lo mais na longa e constante crise da doença destruidora do capitalismo mundial, nas suas mais diversas formas. Um sistema que, verdadeiramente, se encontra doente e não funciona em benefício da maioria da população.

A teologia das pedras

A tentação de lançar pedras sobre os outros é sempre maior do que a de nos colocarmos em frente a um espelho. Mas, cada vez que lançamos uma pedra contra alguém, no fundo estamos a magoar-nos a nós mesmos.

Cultura e artes

Três rostos para a liberdade

De facto, para quem o sabe fazer, o cinema é mesmo uma arte muito simples: basta uma câmara, um ponto de partida e pessoas que se vão cruzando e dialogando. E temos um filme, quase sempre um magnífico filme. Vem isto a propósito do último trabalho do iraniano Jafar Panahi: Três Rostos.

A potência benigna de Dietrich Bonhoeffer

O influente magistério de Dietrich Bonhoeffer, a sua vigorosa resistência ao nazismo e o singular namoro com Maria von Wedemeyer são três momentos da vida do pastor luterano que merecem uma peculiar atenção na biografia Dietrich Bonhoeffer. Teólogo e mártir do nazismo, da autoria do historiador italiano Giorgio Cavalleri. A obra, publicada pelas Paulinas em Maio, permite agora que um público mais vasto possa conhecer aquele que é geralmente considerado como um dos mais influentes teólogos do século XX.

Festa de Maria Madalena: um filme para dar lugar às mulheres

A intenção do autor é dar lugar às mulheres. Não restam dúvidas, fazendo uma leitura atenta dos quatro Evangelhos que Jesus lhes dá o primeiro lugar. A elas, anuncia-lhes quem é Ele, verdadeiramente. Companheiras de Cristo, continuarão a sua missão, juntamente com os homens. Anunciando, tal como eles, a Paixão e a Ressurreição de Jesus Cristo; curando, baptizando em nome do Senhor. Tornando-se diáconos. Sabe-se, está escrito. Mas, nos Actos dos Apóstolos, elas desaparecem sem deixar rasto.

Mãos cheias de ouro, um canudo e uma intensa criatividade

Na manhã de 7 de Julho, a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) inscreveu o Convento de Mafra, o santuário do Bom Jesus de Braga e o Museu Nacional Machado de Castro, em Coimbra, na sua lista de sítios de Património Mundial. Curta viagem escrita e alguns percursos falados, como forma de convite à viagem para conhecer ou redescobrir os três novos lugares portugueses do Património da Humanidade.

Sete Partidas

A Páscoa em Moçambique, um ano antes do ciclone – e como renasce a esperança

Um padre que passou de refugiado a conselheiro geral pode ser a imagem da paixão e morte que atravessou a Beira e que mostra caminhos de Páscoa a abrir-se. Na região de Moçambique destruída há um mês pelo ciclone Idai, a onda de solidariedade está a ultrapassar todas as expectativas e a esperança está a ganhar, outra vez, os corações das populações arrasadas por esta catástrofe.

Visto e Ouvido

"Correio a Nossa Senhora" - espólio guardado no Santuário começou a ser agora disponibilizado aos investigadores

Agenda

Parceiros

Fale connosco