Antecipada segunda fase de desconfinamento

Visitar reclusos não obriga a passe sanitário

| 21 Ago 2021

prisao foto (c) Fifaliana Joy Pixabay

Foto © Fifaliana Joy/Pixabay

 

Para visitar um recluso em qualquer prisão portuguesa não é necessário mostrar certificado de vacinação, nem qualquer outro passe sanitário, nomeadamente teste covid-19, pois não existe nestas visitas qualquer contacto com os presos. Para aceder à sala de visitas das prisões é obrigatório o uso de máscara e lavar as mãos com gel hidroalcoólico disponível na entrada. O mesmo procedimento é seguido na maioria dos países da União Europeia.

O Conselho de Ministros desta sexta-feira, 20 de agosto, decidiu antecipar para a próxima segunda-feira, dia 23 de agosto, a segunda fase de desconfinamento que estava previsto se iniciasse a 5 de setembro. A antecipação do calendário resulta de se ter alcançado na quinta, 19, a meta dos 70% da população portuguesa elegível totalmente vacinada.

Todo o território português passa do estado de calamidade a estado de contingência na próxima segunda-feira. Os espetáculos públicos podem agora decorrer com até 75% da lotação total das salas. O mesmo se aplica a casamentos, batizados e conferências. Por outro lado, os transportes públicos passam a funcionar sem limitação de lotação. Os restaurantes, cafés e pastelarias podem dispor de mesas para oito pessoas no interior e para grupos de 15 pessoas nas esplanadas.

 

Vaticano não identificou “má conduta ou abuso” por parte de cardeal Lacroix

Investigação suspensa

Vaticano não identificou “má conduta ou abuso” por parte de cardeal Lacroix novidade

A Sala de Imprensa da Santa Sé anunciou esta terça-feira, 21 de maio, que a investigação canónica preliminar solicitada pelo Papa Francisco para averiguar as acusações de agressão sexual contra o cardeal canadiano Gérald Cyprien Lacroix não prosseguirá, visto que “não foi identificada qualquer ação como má conduta ou abuso” da parte do mesmo. O nome do prelado, que pertence ao Conselho dos Cardeais (C9), foi um dos apontados numa grande ação coletiva a decorrer no Canadá, listando supostas agressões sexuais que terão ocorrido na diocese do Quebeque, nos anos 1980.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Prémio de direitos humanos para marroquina Amina Bouayach é “instrumento de propaganda”

AAPSO denuncia

Prémio de direitos humanos para marroquina Amina Bouayach é “instrumento de propaganda” novidade

Amina Bouayach, Presidente do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) de Marrocos, recebeu esta terça-feira, 21 de maio, na Assembleia da República, em Lisboa, o Prémio de Direitos Humanos do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa 2023. Mas a Associação de Amizade Portugal – Sahara Ocidental (AAPSO) considera, no mínimo, “estranha” a atribuição do galardão à marroquina.

Senhora do Rosário: Que batalhas há para vencer?

Senhora do Rosário: Que batalhas há para vencer? novidade

A exposição, intitulada «Mês de Maio. Mês de Maria», que tem por curador o Prof. José Abílio Coelho, historiador, da Universidade do Minho, conta com as principais ‘apresentações’ de Nossa Senhora do Rosário, sobretudo em escultura e pintura, que se encontram dispersas por igrejas e capelas do arciprestado de Póvoa de Lanhoso. Divulgamos o texto, da autoria do Padre Joaquim Félix, publicado no catálogo da exposição  «A Senhora do Rosário no Arciprestado Povoense».

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This