Visitas aos reclusos devem ser retomadas, defende Obra Vicentina

| 6 Mai 20

A Obra Vicentina de Auxílio aos Reclusos (OVAR) quer que seja urgentemente levantada a suspensão das visitas aos reclusos nos estabelecimentos prisionais, defendendo que, terminado o estado de emergência, não há justificação para que a mesma se mantenha.

Num apelo publicado esta terça-feira, 5 de maio, na sua página de Facebook, a OVAR partilha que tem recebido, “de reclusos e suas famílias, pedidos insistentes para que sejam retomadas as visitas”.

A instituição considera que “tais pedidos são justos” e sublinha que “é urgente que as instâncias oficiais cumpram o legalmente previsto sobre o direito dos reclusos a receberem visitas, direito este que não pode ser afastado pelo estado de calamidade”, em vigor desde 3 de maio.

A OVAR acrescenta ainda que, a par das visitas, “tem de ser retomada a assistência espiritual e religiosa” nos estabelecimentos prisionais.

Artigos relacionados

Pin It on Pinterest

Share This