Wim Wenders: Serão precisos dois papas para realizar o projeto de Francisco

| 15 Mai 21

wim wenders wikimedia commonsNouvel Écran

“Já não resta muita energia com a qual o Papa Francisco propôs fazer desta Igreja uma Igreja para os pobres”, referiu Wim Wenders numa entrevista. Foto: Wikimedia Commons/Nouvel Écran.

 

“Parece-me que o Papa se esgotou na sua grande luta”, considera o realizador Wim Wenders, olhando os últimos anos de Francisco, numa entrevista à agência Zenith, citada pela revista Vida Nueva.

Wenders, que realizou o documentário Papa Francisco: Um Homem de Palavra, lançado em 2018, disse que, se fosse entrevistar o Papa novamente, lhe perguntaria por onde anda “o brilho malicioso nos seus olhos”.

O cineasta, refere a Vida Nueva, entende que, nos últimos anos, pouco resta do Jorge Mario Bergoglio que chegou ao pontificado e que ele procurou retratar no filme: um “homem valente” por quem tinha “grande respeito”.

São dois os aspetos referidos para justificar a impressão de Wenders: “Já não resta muita energia com a qual o Papa Francisco propôs fazer desta Igreja uma Igreja para os pobres”, e, por outro lado, a “tristeza” que lhe trouxe o facto de o Vaticano negar a bênção dos casamentos homossexuais. “Isso já não se parece com o homem que disse: ‘Quem sou eu para julgar?'”, acrescentou.

Perante um Papa que ele vê como esgotado na sua luta, o cineasta prevê que será preciso o novo papa e ainda o seguinte para concretizar as ideias de Francisco.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

“A longa viagem começa por um passo”, recriemos…

“A longa viagem começa por um passo”, recriemos… novidade

Inicio o meu quarto ano de uma escrita a que não estava habituada, a crónica jornalística. Nos primeiros três anos escrevi sobre a interculturalidade. Falei sobre o modo como podemos, por hipótese, colocar as culturas moçambicanas e portuguesa a dialogarem. Noutras vezes, inclui a cultura judaica, no diálogo com essas culturas. De um modo geral, tenho-me questionado sobre a cultura, nas suas diferentes manifestações: literatura, costumes, comportamentos sociais, práticas culturais, modos de ser, de estar e de fazer.

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This