Cristina Inogés na Feira do Livro de Lisboa

As mulheres do monge Thomas Merton – incluindo M., o amor da sua vida

| 3 Jun 2023

Cristina Inogés Sanz

Cristina Inogés Sanz. Foto © António Marujo/7Margens

 

Pode um monge ter muitas mulheres na sua vida? O livro A Sinfonia Feminina (Incompleta) de Thomas Merton, da autoria da teóloga espanhola Cristina Inogés Sanz, colaboradora do 7MARGENS, acaba de ser publicado pela Paulinas Editora e será neste domingo apresentado na Feira do Livro de Lisboa (Praça Amarela, 19h), com a presença da autora.

O livro, o primeiro de Cristina Inogés publicado em português, faz um percurso pela vida e pela espiritualidade de Thomas Merton e do modo como elas foram influenciadas pelas várias mulheres que cruzaram a vida daquele que é um dos maiores místicos do século XX. Um “buscador-trovador de Deus que vive uma profunda espiritualidade centrada no silêncio interior e na contemplação”, como a autora o define. E “que propõe ambas as práticas como lugar privilegiado para as experiências religiosas, incluindo com outras religiões, no diálogo buscado e sincero”.

 

A capa do livro, o primeiro de Cristina Inogés publicado em português

 

Entre as mulheres que o livro refere, e segundo o resumo feito por Cristina Inogés, estão desde logo a mãe de Thomas e as outras mulheres da sua família; as que ele “conheceu, no mais amplo sentido do termo, durante a sua tresloucada juventude”; a mãe do seu filho e as que viriam a integrar o seu círculo de amigos. Depois, houve ainda aquelas com quem ele se correspondia – com as quais trocava ideias, alargando os seus modos de ver ou aprofundando os seus. E, finalmente, M – como ele a chamava – “o amor da sua vida, sendo já monge”.

O tema das mulheres na vida de Merton, escreve ainda Cristina Inogés, tem sido obscurecido por outros temas da sua espiritualidade e produção literária e teológica. Parece um assunto difícil de se evitar, mas que se dispensa assim que surge uma oportunidade. No entanto, “a história da Igreja está pontilhada por casais que muito contribuíram para ela”. Tudo o que é preciso, acrescenta a autora, “é um olhar limpo e uma língua contida quando as circunstâncias são desconhecidas”.

A sessão de apresentação do livro contará com intervenções de Paulo Ramos, tradutor da obra, e do padre Alexandre Palma, professor na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa. Depois da sessão, a autora ficará disponível para uma sessão de autógrafos.

 

Por um mundo que acolha as pessoas refugiadas

Dia Mundial do Refugiado

Por um mundo que acolha as pessoas refugiadas novidade

Dia 20 de Junho é dia de homenagearmos todos aqueles e aquelas que, através do mundo, se veem obrigados e obrigadas a fugirem do seu lar, a suspenderem a vida e a interromperem os seus sonhos no lugar que é o seu. Este é o dia de homenagearmos a força e a coragem desses homens e mulheres – tantos jovens e crianças, meu Deus! – que arriscam a vida na procura de um lugar que os acolha.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres

Uma religiosa e duas leigas

Reunião do Conselho dos Cardeais com o Papa voltou a contar com três mulheres novidade

Pela quarta vez consecutiva, o papel das mulheres na Igreja voltou a estar no centro dos trabalhos do Papa e do seu Conselho de Cardeais – conhecido como C9 -, que se reuniu no Vaticano nos últimos dois dias, 17 e 18 de junho. Tratou-se de uma reflexão não apenas sobre as mulheres, mas com as mulheres, dado que – tal como nas reuniões anteriores – estiveram presentes três elementos femininos naquele que habitualmente era um encontro reservado aos prelados.

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem

Reunida em Seminário Internacional

Liga Operária Católica apela aos trabalhadores que se sindicalizem novidade

“Precisamos que os sindicatos sejam mais fortes e tenham mais força nas negociações e apelamos a todos os os trabalhadores a unirem-se em volta das suas associações”. A afirmação é dos representantes da Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos (LOC/MTC), que estiveram reunidos no passado fim de semana no Museu da Central do Caldeirão, em Santarém, para o seu Seminário Internacional.

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda

Escravatura e racismo: faces da mesma moeda novidade

Nos últimos tempos muito se tem falado e escrito sobre escravatura e racismo no nosso país. Temas que nos tocam e que fazem parte da nossa história os quais não podemos esconder. Não assumir esta dupla realidade, é esconder partes importantes da nossa identidade. Sim, praticámos a escravatura ao longo de muitos séculos, e continuamos a fechar os olhos a situações de exploração de pessoas imigradas, a lembrar tempos de servidão.[Texto de Florentino Beirão]

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This