O Mercado e o Templo

Padre Joaquim Carreira e Holocausto motivam concerto em Lisboa

No dia da evocação das Vítimas

Padre Joaquim Carreira e Holocausto motivam concerto em Lisboa

Por ocasião do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, e no contexto da produção de um documentário sobre o padre Joaquim Carreira que envolve o 7MARGENS, a Embaixada de Itália em Portugal e o Instituto Italiano de Cultura promovem um concerto do Artemisia String Trio. A entrada é livre.

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Crónica

Da celebração à invasão, o grande trabalho a ser feito pelo novo Governo

[Brasil, Religião e Poder]

Da celebração à invasão, o grande trabalho a ser feito pelo novo Governo

No primeiro dia do ano, o clima no Brasil foi de celebração, não somente pelo fôlego que um novo ano sempre traz, mas porque o recomeço que o povo brasileiro ansiava, finalmente chegou. Lula, em uma cerimônia marcante – organizada pela primeira-dama, Janja, cabe dizer –, tomou posse como Presidente da República, cargo que a maioria dos brasileiros confiaram a ele pela terceira vez. Em uma quebra inédita de protocolo, o Presidente recebeu a faixa presidencial não do ex-Presidente Jair Bolsonaro, mas de um grupo de oito pessoas, que representou a diversidade da população brasileira e reafirmou o compromisso do novo Governo com ela.

Breves

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

Os ucranianos cantaram e a unidade entre cristãos até parece ser mais fácil

Encontro de Taizé em Rostock

Os ucranianos cantaram e a unidade entre cristãos até parece ser mais fácil

Mário Reis nunca tinha ouvido um aplauso tão longo em toda a sua vida, em nenhum dos concertos aos quais foi até hoje, em nenhuma das peças de teatro às quais assistiu, nem tão-pouco no final de algum discurso que tenha escutado. No dia em que ouviu esse aplauso, ou melhor, nessa noite, Mário não estava em nenhum espetáculo ou conferência inspiradora: estava numa oração ecuménica, mais propriamente no Encontro Europeu de Taizé, que decorreu de 28 de dezembro a 1 de janeiro na cidade de Rostock, numa das regiões mais secularizadas da Alemanha.

É notícia

Dia dos Mártires

Igreja na Índia recorda massacre de 2008

Treze anos depois da onda de violência que varreu o Estado de Orissa, na Índia, provocando mais de 100 mortos, a justiça é ainda uma miragem, denuncia a Fundação AIS. Desde 2016 que é celebrado pela Igreja em Orissa o dia dos Mártires. 

Fundação AIS

Padre haitiano morto a tiro

Um padre que dirigia um orfanato no Haiti foi morto a tiro, Andrè Sylvestre, de 70 anos de idade, foi assassinado na tarde de segunda-feira, 6 de setembro, durante uma tentativa de assalto, revelou a Fundação AIS. 

IndieLisboa

Cinema: prémio Árvore da Vida atribuído a “Sopro”

O filme “Sopro”, realizado por Pocas Pascoal, uma cineasta angolana de 58 anos, foi distinguido na segunda-feira com o prémio Árvore da Vida, atribuído pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (SNPC), no final da 18.ª edição do festival de cinema independente IndieLisboa. 

Máximo histórico

Quatro em cada dez espanhóis dizem-se ateus ou não crentes

O estudo mais recente do Centro de Investigações Sociológicas de Espanha revela que quase quatro em cada dez espanhóis (38,7%) se declaram ateus ou não crentes e são apenas 16,7% os inquiridos que se assumem como católicos praticantes. Trata-se do máximo histórico do número de não crentes e do valor mais baixo alguma vez registado em relação aos católicos praticantes. Se a tendência se mantiver, estima-se que dentro de dois anos o número de não crentes no país ultrapasse, pela primeira vez, o de crentes.

Entre margens

Transumanismo

Transumanismo novidade

A corrente de pensamento que se vem sendo designada como transumanismo pretende a superação de todos os limites que pode representar a natureza humana, aumentando as capacidades da espécie transformando-a em algo de distinto e superior (a ponto de, numa vertente mais radical, se transformar numa espécie distinta: o pós-humaníssimo).

Um estrado de 5 milhões de pregos

Um estrado de 5 milhões de pregos

Sejamos brutos, porque é preciso, mas justos, porque devemos ser sempre justos: é preciso ser absolutamente cego, insensível, insensato e outras coisas que ultrapassam “bruto” para permitir um estrado de 5 milhões de euros (fora derrapagens, por certo) para servir de altar papal da Jornada Mundial da Juventude, cujas mais valias evangélicas alguém um dia deveria provar (terão notado que eu escrevi evangélicas, não me referia às outras mais valias, obrigadinho pela atenção).

Azul e verde a Sul: Yakushima

À procura de Sentido em Terras do Sol Nascente: Japão (4)

Azul e verde a Sul: Yakushima

Antes da ilha de Okinawa, chegáramos de avião ao pequeno aeroporto de Yakushima e deparámo-nos com uma ilha paradisíaca, muito montanhosa, apelidada de Ilha da Vida ou Ilha Encantada. Em japonês a palavra shima quer dizer ilha. Trata-se de uma ilha em forma de pentágono (bastante diferente das outras, em geral ilhas longas e estreitas), com uma área de cerca de 500 quilómetros quadrados. 

Cultura e artes

Um concerto de gregoriano e música seiscentista antes de uma visita de estudo a Roma para 22 alunos portugueses

Dia 28, em Lisboa

Um concerto de gregoriano e música seiscentista antes de uma visita de estudo a Roma para 22 alunos portugueses

Será um concerto que cruza o canto gregoriano com música portuguesa do século XVII, mas que pretende preparar também uma visita de estudo a Roma: no próximo sábado, 28, às 17h, na Igreja de São Vicente de Fora, em Lisboa, 22 alunos da Escola Artística e do Consort de Flautas de Bisel do Instituto Gregoriano de Lisboa (IGL) cantarão gregoriano e executarão obras de compositores como Manuel Rodrigues Coelho, António Carreira, Pedro de Araújo ou Pedro de San Lorenzo, transcritas para flauta.

Recordar o centenário do nascimento, quando Eugénio foi senha da revolução de Tiananmen

“Como se amanhecesse”

Recordar o centenário do nascimento, quando Eugénio foi senha da revolução de Tiananmen

Provavelmente são muito poucos, ou quase ninguém, os que sabem desta história. Nunca a vi escrita, nem mencionada nas inúmeras notícias ou biografias do Eugénio, nem muito menos nas crónicas sobre o que aconteceu em Tiananmen, há muitos anos. Tão pouco dá conta disso o seu tradutor em chinês, Yao Jingming, que conheceu o poeta em 1988. É disso que pretendo dar testemunho, ad perpetuam rei memoriam, no dia em que o Eugénio de Andrade celebraria cem anos de vida.

Sete Partidas

O livro que ele não escolheu

O livro que ele não escolheu

E esse homem que lê o livro que não escolheu. Derrama a imaginação no sarcasmo do travesseiro que é degrau de livraria. Então eu sei que o livro é pai e mãe, e voz serena para embalar quem vai dormir. Só que o sono não chega porque a serenidade não cabe nas páginas de quem continua preta.

Aquele que habita os céus sorri

Parceiros

Fale connosco

Pin It on Pinterest

Share This