A pergunta que temos de fazer… e a resposta que muda tudo

  Se há dois anos, precisamente no dia 23 de fevereiro, alguém me tivesse dito: “A Rússia está prestes a invadir a Ucrânia. E não estou a falar das regiões de Donetsk e Lugansk, onde o conflito já se arrasta desde 2014… Não. Na próxima madrugada, militares russos...

Pin It on Pinterest