Cristãos mobilizam-se em Portugal pelo clima

e | 20 Set 19

Vários grupos de cristãos promovem iniciativas pelo clima, no memso dia da greve estudantil. Foto: Direitos reservados.

 

Em dia de greve estudantil pelo clima, vários grupos de jovens cristãos mobilizam-se, em Portugal, com iniciativas concretas de apoio ou paralelas à iniciativa. “A principal intenção é rezar”, uma outra forma, além das manifestações, de colocar na agenda pessoal a questão climática, afirma Beatriz Lisboa, justificando a sua participação na “Oração pela Criação”. A inciativa organizada pelas irmãs Escravas do Sagrado Coração de Jesus e pelo grupo Geração Laudato Si’, pretende colocar em prática os princípios da encíclica do Papa dedicada ao ambiente e ao “cuidado da casa comum”. É uma outra maneira de, ao nível pessoal, contribuir para a mudança, sensibilizando e consciencializando as pessoas, admite. A iniciativa terá lugar nesta sexta-feira, 20, às 19h, e de novo na sexta, 27, à mesma hora, na Igreja de Nossa Senhora da Conceição (ao Largo do Rato), em Lisboa.

“É uma resposta à guerra contra as alterações climáticas que já começou pelo mundo, afirma Beatriz, 23 anos, que tem repartido o tempo entre a animação do centro dos jesuítas em Lisboa e o curso universitário (para segundo plano ficou, para já, a dança). Cada ação, sejam as manifestações ou a oração, podem ter consequências pedagógicas ao nível pessoal, encorajando as pessoas a mudar os seus comportamentos. Iniciativas como a oração de sexta-feira procuram, em princípio, trazer problemas como este para o topo, com a oração servindo de paralelo à reflexão e diálogo entre os participantes.

“É também uma iniciativa bastante diferente” daquelas que tem havido, afirma Beatriz Lisboa. Na oração, podem eventualmente vir a participar vários grupos, tal como tem acontecido nas manifestações. E Beatriz espera que a oração seja simplesmente uma possibilidade de rezar.

Neste sábado, será a vez do Grupo Ecuménico Jovem (GEJ), do Porto, organizar a ação Salvar os Oceanos, que pretende sensibilizar adultos e crianças para a necessidade de contribuir para a limpeza dos mares, atacados por ilhas de plástico, temperaturas recordes e glaciares a separar-se. A ação, com o apoio da Surf Church Porto, da Carta da Terra Internacional, A Rocha, Green Anglicans e Fundação Oceano Azul, está na sua segunda edição e será animada por Júlio Gaspar Reis, de A Rocha Internacional.

Os participantes irão limpar a praia Internacional do Porto (junto ao Edifício Transparente), a partir das 14h. “Tudo nos chama a unirmo-nos e colocarmos as nossas mãos e braços na defesa e conservação desta que é a Criação de Deus”, dizem os organizadores, em comunicado público.

Também no sábado, mas entre as 11h e as 18h30, no Linhó (Sintra), a rede Cuidar da Casa Comum organiza o encontro Também Somos Terra, cujo objetivo é partilhar e promover atitudes e iniciativas em favor da alteração de comportamentos. O encontro pretende também juntar à opção ambiental a identidade crente que “é uma nota muito importante, fundamental”, como dizia o professor universitário Juan Ambrósio, em declarações à Ecclesia.

“Estávamos habituados a ver a perspetiva e a identidade crente muito ligadas a questões mais do âmbito do estritamente moral, ou seja, a condutas morais comportamentais que deixavam um bocadinho de lado a questão ecológica, o cuidado da casa comum”, afirmou o responsável da rede, alertando que o tempo para mudar atitudes se está a “esgotar completamente”.

“O problema é que o não cuidar da casa comum vai afetar em primeira mão os mais desfavorecidos, os mais frágeis, os mais pobres; cuidar da ecologia, cuidar do ambiente, cuidar desta casa é cuidar de todos os que fazem parte desta rede viva”, acrescenta Juan Ambrósio sobre a iniciativa que decorre na Casa de Espiritualidade das Irmãs Doroteias.

Artigos relacionados

Apoie o 7 Margens

Breves

O Papa e os “teístas com água benta cristã”

“Quando vejo cristãos demasiado limpos, que têm toda a verdade, a ortodoxia, e são incapazes de sujar as mãos para ajudar alguém a levantar-se, eu digo: ‘Não sois cristãos, sois teístas com água benta cristã, mas ainda não chegastes ao cristianismo’”. A afirmação é do Papa Francisco, numa conversa sobre o Credo cristão.

Inscreva-se aqui
e receba as nossas notícias

Boas notícias

É notícia

Entre margens

Eutanásia, hora do debate novidade

Seja qual for a posição de cada um, a reflexão e o debate sobre a eutanásia é uma exigência de cidadania e não uma discussão entre alguns, em círculo fechado, mesmo se democraticamente nos representam. Quando está em jogo o tipo de sociedade que desejo para os meus netos, não quero que outros decidam sem saberem o que penso.

“Qual é o mal de matar?”

A interrogação que coloquei como título deste texto foi usada por Peter Singer que a ela subordinou o capítulo V do seu livro Ética Prática. Para este filósofo australiano, a sacralidade da vida humana é entendida como uma forma de “especismo”, uma designação que ele aplica a todas as teorias que sustentam a superioridade da espécie humana.

Cultura e artes

São Pessoas. Histórias com gente dentro novidade

Há um tanque de lavar roupa. Há uma cozinha. Há o poço e as mãos que lançam um balde. Há uma sombra que foge. Há o poste de eletricidade que ilumina as casas frágeis. Há o quadro pendurado em que um coração pede “Deus te ajude”. Há a campa e a eterna saudade. E há uns tapetes gastos. Em cada uma destas fotos só se adivinham os rostos, os olhos, as rugas, as mãos rugosas, as bocas, as pessoas que habitam estes lugares.

“2 Dedos de Conversa” num blogue para alargar horizontes

Um dia, uma leitora do blogue “2 Dedos de Conversa” escreveu-lhe: “Este blogue é um momento de luz no meu dia”. A partir daí, Helena Araújo, autora daquela página digital, sentiu a responsabilidade de pensar, de manhã, o que poderia “escrever para animar o dia” daquela rapariga. Sente que a escrita do blogue pode ajudar pessoas que não conhece, além de lhe ter alargado os horizontes, no debate com outros pontos de vista.

Um selo em tecido artesanal para homenagear Gandhi e a não-violência

Os Correios de Portugal lançaram uma emissão filatélica que inclui um selo em khadi, o tecido artesanal de fibra natural que o Mahatma Gandhi fiava na sua charkha e que utilizava para as suas vestes. Portugal e a Índia são, até hoje, os únicos países do mundo que utilizaram este material na impressão de selos, afirmam os CTT.

Arte de rua no selo do Vaticano para a Páscoa

Um selo para celebrar a Páscoa com arte de rua. Essa será a escolha do Vaticano, segundo a jornalista Cindy Wooden, para este ano, reproduzindo uma Ascensão pintada por Heinrich Hofmann, que se pode ver na Ponte Vittorio Vittorio Emanuele II, em Roma, a poucas centenas de metros da Praça de São Pedro.

Sete Partidas

Uma mulher fora do cenário, numa fila em Paris

Ultimamente, ao andar pelas ruas de Paris tenho-me visto confrontada pelos contrastes que põem em questão um princípio da doutrina social da Igreja (DSI) que sempre me questionou e que estamos longe de ver concretizado. A fotografia que ilustra este texto é exemplo disso.

Visto e Ouvido

Aquele que habita os céus sorri

Agenda

Parceiros

Fale connosco