Iniciativa do Fórum Nacional de Solidariedade

Petição contra leis anticonversão visa proteger cristãos e muçulmanos na Índia

| 18 Fev 2022

cristaos india, Foto_ United Christian Forum

A petição pede unidade para defender os valores promovidos pela Constituição indiana e proteger os direitos das minorias e outras comunidades marginalizadas no país, nomeadamente cristãos e muçulmanos. Foto: United Christian Forum.

 

Uma petição contra as leis anticonversão, lançada pelo Fórum Nacional de Solidariedade  e dirigida ao Presidente da Índia, está a ganhar cada vez mais apoiantes naquele país, avançam as Obras Pontifícias Missionárias em comunicado divulgado através do seu site.

As chamadas leis anticonversão foram já aprovadas em vários estados indianos, como Uttar Pradesh, Gujarat e Madhya Pradesh, que têm em comum o facto de serem governados pelo Partido Bharatiya Janata, um partido nacionalista pró-hindu, e ao qual pertence o Presidente indiano, Ram Nath Kovind.

“Os ataques às minorias aumentaram consideravelmente nos últimos anos, pois essas leis são usadas contra a dignidade de cristãos e muçulmanos, especialmente mulheres, dalits e adivasis”, explicam os promotores desta petição, onde se inclui o arcebispo de Bangalore, Pierre Machado.

No passado dia 24 de dezembro, foi aprovada pelo parlamento estadual a Lei de Proteção à Liberdade Religiosa de Karnataka, a qual deverá ser também aprovada pela câmara alta até ao final de fevereiro. “Onde quer que sejam aprovadas leis anticonversão, ironicamente chamadas de ‘leis de liberdade religiosa’, elas tornam-se uma justificação para a perseguição de minorias e outras comunidades marginalizadas”, alerta a petição, que pede unidade para defender os valores promovidos pela Constituição indiana e proteger os direitos das minorias e outras comunidades marginalizadas no país.

 

Apoie o 7MARGENS e desconte o seu donativo no IRS ou no IRC

Breves

 

"Nada cristãs"

Ministro russo repudia declarações do Papa

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, descreveu como “nada cristãs” as afirmações do Papa Francisco nas quais denunciou a “crueldade russa”, especialmente a dos chechenos, em relação aos ucranianos. Lavrov falava durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira, 1 de dezembro, e referia-se à entrevista que Francisco deu recentemente à revista America – The Jesuit Review.

À espera

[Os dias da semana]

À espera novidade

Quase todos se apresentam voltados para o sítio onde estão Maria e José, que têm, mais por perto, a companhia de um burro e de uma vaca. Todos esperam. Ao centro, a manjedoura em que, em breve, será colocado o recém-nascido. É tempo agora de preparar a sua chegada, esse imenso acontecimento, afinal de todas as horas.

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas

Novo cargo no Vaticano

Bispo Carlos Azevedo passa da Cultura para as Ciências Históricas novidade

O bispo português Carlos Azevedo foi nomeado neste sábado para o lugar de delegado (“número dois”) do Comité Pontifício para as Ciências Históricas, deixando o cargo equivalente que desempenhava no Dicastério para a Cultura e a Educação, da Santa Sé, que há poucas semanas passou a ser dirigido pelo também português cardeal José Tolentino Mendonça.

Agenda

Fale connosco

Autores

 

Pin It on Pinterest

Share This