Ser jovem num país em guerra, gelado e minado

  O que dizem os olhos de Habriel? É difícil traduzir por palavras, mas neles há um misto de sofrimento, desilusão, medo e – porque ainda só tem 17 anos – alguma esperança. Uma equipa da UNICEF conversa com ele junto à paragem de autocarros no centro de Izium...

Pin It on Pinterest