Lino Maia

Na linha da frente!

Na linha da frente! 5.680 instituições particulares de solidariedade social. 340 mil trabalhadores. 800 mil utentes. 300 mil idosos. É este o Sector Social Solidário em Portugal: cuidar dos outros todos os dias, 7 dias por semana, 24 horas por dia. Crianças sem retaguarda familiar, jovens em situação de risco, pessoas portadoras de deficiência,...

O novo Governo e a cooperação com o Sector Social

O XXII Governo Constitucional tomou posse, apresentou o seu programa e tem em debate o Orçamento do Estado do próximo ano. Se no programa do Governo a cooperação com o Sector Social e Solidário como que passa despercebida, tanto direta como indiretamente, todo ele tem impacto no Sector e suporá concertação. E entre todas as suas propostas,...

Conta Satélite da Economia Social: avaliar o peso do setor social no país

O Instituto Nacional de Estatísitica (INE) divulgou no Verão os resultados da terceira edição da Conta Satélite da Economia Social, relativa ao ano de 2016. A disponibilização de informação estatística atualizada destina-se a permitir efetuar uma avaliação da dimensão económica e das principais caraterísticas da Economia Social no nosso país. Em...

Cooperação na solidariedade

A importância estratégica do sector social e solidário foi assumida pelo Estado desde há várias décadas, tendo sido assinado em 1996 o Pacto de Cooperação para a Solidariedade Social, enquanto instrumento que visava “criar condições para o desenvolvimento da estratégia de cooperação entre as instituições do sector social, que prosseguem fins de...

IPSS e desenvolvimento local

As IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social) caracterizam-se por dar resposta a necessidades que as populações identificam e experimentam no seu dia-a-dia, prestando serviços e gerindo equipamentos sociais ao mesmo tempo que, localmente, contribuem para a solução de problemas de emprego. Os laços sociais que se estabelecem, a...