Sara Jona Laísse

Rainhas anónimas, princesas reconhecidas: nomes com história

Rainhas anónimas, princesas reconhecidas: nomes com história Sou filha de um matsua e de uma bitonga, ambos são da província de Inhambane. O meu pai era filho de uma bitonga, que o educara naquela cultura. Eu fui uma criança culturalmente bitonga, embora tenha nascido num território ronga, em Maputo. Somos todos do sul de Moçambique. Entretanto,...

“Pfukùár” a humanidade

“Pfukùár” a humanidade Primeiro levaram os negros/ Mas não me importei com isso/ Eu não era negro Em seguida levaram alguns operários/ Mas não me importei com isso/ Eu também não era operário Depois prenderam os miseráveis/ Mas não me importei com isso/ Porque eu não sou miserável Depois agarraram uns desempregados/ Mas como tenho meu emprego/...

“No meio do caminho”: pedras, sombras, maridos e mulheres da noite

“No meio do caminho”: pedras, sombras, maridos e mulheres da noite […] No meio do caminho tinha uma pedra […] Nunca me esquecerei desse acontecimento na vida de minhas retinas tão fatigadas. Nunca me esquecerei que no meio do caminho tinha uma pedra […] De repente, eis que um Meteóro e dos grandes, cai na minha frente, não tenho como evitá-lo,...

Maria e Marta – como compreender dois nomes num congresso mundial

Maria e Marta – como compreender dois nomes num congresso mundial “Continuando o seu caminho, Jesus entrou numa aldeia. E uma mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. Tinha ela uma irmã, chamada Maria, a qual, sentada aos pés do Senhor, escutava a sua palavra. Marta, porém, andava atarefada com muitos serviços; e, aproximando-se, disse:...