Dina Matos Ferreira

Reaprender a conjugar o “Nós” – A importância de sermos Povo

  As religiões do Livro partilham esse vasto e riquíssimo património comum: a memória do Povo de Deus, das suas lutas, êxodos, lamentos e vitórias. O registo da interação de Deus com o Seu povo ao longo de séculos é um legado não pequeno onde podemos reaprender a nossa relação com Deus, descentrando-nos de nós e alargando o coração, no tempo...

Em busca da fraternidade – O papel das religiões

  O papel positivo das religiões na construção de uma fraternidade universal está longe de ser consensual e podemos até descortinar bastantes factos que apoiam a tese oposta. Efetivamente, muitas atrocidades (e de vários tipos) foram ao longo dos séculos cometidas em nome das religiões e dos seus proclamados deuses. Infelizmente, é um...

O poder tende a corromper e o poder absoluto corrompe absolutamente

O poder tende a corromper e o poder absoluto corrompe absolutamente A questão do abuso de poder enquadra-se em todas as situações relacionais da vida humana em que, por ausência de limites e de mecanismos de controlo, se exerce e se é vítima de violência, aparentemente sem apelo para quem é violentado e sem consequências para quem pratica o...

Comunhão na mão e reverência pelo divino

Comunhão na mão e reverência pelo divino Entre as múltiplas adaptações suscitadas dentro da Igreja Católica com a covid-19 está a forma de comungar, que passou a ser obrigatoriamente na mão e não na boca. Em traços gerais, a comunhão na mão foi a regra nos primeiros nove séculos de cristianismo, situação que se alterou pelas profanações que se...

O confinamento ou o retorno à espiritualidade

O confinamento ou o retorno à espiritualidade Quem está habituado a ver em tudo a mão de Deus e a procurar em tudo o Seu rosto não pode estranhar o confinamento nem todas as suas consequências. Pelo contrário, a visão espiritual dos acontecimentos parte sempre, em primeiro lugar, da sua aceitação integral como mistério. Resmungar dos...