Manuel Mendes

As dores para dar à luz a verdade

  Fique dito, desde já, que estamos perante um dos melhores e mais amadurecidos filmes de Almodóvar. Intenso como outros, magnificamente construído e filmado como é habitual, talvez mais profundamente moral do que muitos, Mães Paralelas é um filme tecido de segredos íntimos e dolorosos, à volta da maternidade, mas também da Guerra Civil...

“Um convite a sair de si e ir ao encontro dos outros”

  A propósito de um outro – belíssimo – filme A Metamorfose dos Pássaros, da realizadora portuguesa Catarina Vasconcelos, alguém escreveu que ‘a família é lugar de conforto, mas também lugar de confronto’. Creio que pode ser uma pista interessante para se olhar para o último filme de Nanni Moretti, Três Andares. Trata-se, de facto, do drama...

O corpo, a sexualidade e outros demónios

  Apesar de o cristianismo ser a mais corporal das religiões, como diz Timothy Radcliffe pensando no Mistério da Encarnação – o Deus que Se fez carne em Jesus, “em tudo igual a nós excepto no pecado” – e pensando na frase central da fé cristã: “Tomai e comei, isto é o meu Corpo”, a verdade é que (quase) desde sempre o cristianismo conviveu mal...

Peregrinação interior

  Clint Eastwood é Clint Eastwood e um filme seu – mesmo aparentemente em tom menor – merece sempre uma visita. E, aos noventa e um anos do realizador, sabe bem fazer esta viagem com ele e com os seus companheiros. Muito se pode aprender. De facto, é de uma longa viagem que se trata – os contadores de histórias falariam da “jornada do herói”...

Plantar uma árvore no mar

  Comecemos então por aqui, por aquele barco no mar que leva uma planta e duas personagens. Apesar de Catarina Vasconcelos dizer (nas suas entrevistas) que não é crente, ao contrário da avó e do avô, são muitos os sinais e as memórias do que podíamos chamar uma linguagem evangélica. Ao ver aquele barco arrastado e a entrar no mar carregado...

Pin It on Pinterest