Manuel Mendes

Interiormente perturbador

  Quase no início d’O Acontecimento, já depois de termos percebido que o filme iria andar à volta do corpo e do desejo, ao comentar um poema de amor de Raymond Aron, numa aula, Anne conclui que se trata de um texto político. Também esta obra cinematográfica, que nos expõe um caso de aborto clandestino – estamos em França, nos anos 60 –, é um...

As dores para dar à luz a verdade

  Fique dito, desde já, que estamos perante um dos melhores e mais amadurecidos filmes de Almodóvar. Intenso como outros, magnificamente construído e filmado como é habitual, talvez mais profundamente moral do que muitos, Mães Paralelas é um filme tecido de segredos íntimos e dolorosos, à volta da maternidade, mas também da Guerra Civil...

“Um convite a sair de si e ir ao encontro dos outros”

  A propósito de um outro – belíssimo – filme A Metamorfose dos Pássaros, da realizadora portuguesa Catarina Vasconcelos, alguém escreveu que ‘a família é lugar de conforto, mas também lugar de confronto’. Creio que pode ser uma pista interessante para se olhar para o último filme de Nanni Moretti, Três Andares. Trata-se, de facto, do drama...

O corpo, a sexualidade e outros demónios

  Apesar de o cristianismo ser a mais corporal das religiões, como diz Timothy Radcliffe pensando no Mistério da Encarnação – o Deus que Se fez carne em Jesus, “em tudo igual a nós excepto no pecado” – e pensando na frase central da fé cristã: “Tomai e comei, isto é o meu Corpo”, a verdade é que (quase) desde sempre o cristianismo conviveu mal...

Peregrinação interior

  Clint Eastwood é Clint Eastwood e um filme seu – mesmo aparentemente em tom menor – merece sempre uma visita. E, aos noventa e um anos do realizador, sabe bem fazer esta viagem com ele e com os seus companheiros. Muito se pode aprender. De facto, é de uma longa viagem que se trata – os contadores de histórias falariam da “jornada do herói”...

Pin It on Pinterest